Domingo, 24 de Outubro de 2021
27°

Nuvens esparsas

Salvador - BA

Dólar
R$ 5,65
Euro
R$ 6,58
Peso Arg.
R$ 0,06
Mundo Cristão História

Antiga fábrica de lâmpadas de óleo é encontrada em Israel, uma das maiores

Cisterna foi reencontrada com valiosos objetos arqueológicos.

17/12/2020 às 09h05
Por: Carlos Sobrinho Fonte: Gospel Prime
Compartilhe:
Jarras encontradas em Israel (Foto: Reprodução/Autoridade de Antiguidades de Israel)
Jarras encontradas em Israel (Foto: Reprodução/Autoridade de Antiguidades de Israel)

A Autoridade de Antiguidades de Israel descobriu em Beit Shemesh uma oficina de cerâmica de lâmpada de óleo, uma das maiores já encontradas. Os objetos são datados de cerca de 1600 a 1700 anos atrás.

Dentre eles, centenas de lâmpadas de óleo de cerâmica, dois símbolos de rolamento da menorá e moldes de lâmpadas de pedras usadas para a produção, junto com estatuetas de terracota.

As lâmpadas que eram utilizadas para iluminar antigamente deixaram os arqueólogos surpreendidos com a sua descoberta, pela quantidade e também pela qualidade, mas o mais interessante é que o lugar já havia sido descoberto anos atrás e perdida, pois não conseguiram mais localizá-la.

Durante um mandato britânico, em 1934, o supervisor do Departamento de Antiguidades, o arqueólogo Dimitri Baramki, descobriu um cisterna de água na região de Beit Shemesh, escavando-a ele descobriu uma enorme quantidade de lâmpadas de óleo intactas com desenhos de animais, plantas e figuras geométricas.

 

Baramki recuperou as lâmpadas datadas dos séculos III e IV depois de Cristo, e nomeadas de ‘lampadas Beit Nattif’, por causa de uma vila próxima, e tornou-se uma marca arqueológica. Ele também restaurou inúmeras estatuetas de cerâmica que representavam animais, cavaleiros, mulheres e pássaros.

Os diretores da escavação contaram que a cisterna estava intacta e quando os arqueólogos adentraram nela reconheceram ser parecida com a escavação de Baramki, nela também continham objetos deixados por ele, como cestos de couro que foram usados para extrair terra, e uma caixa de metal vazia.

“A cisterna para lâmpadas a óleo Beit Nattif foi trazida de volta à vida! Estamos extremamente entusiasmados, pois esta não é apenas uma importante descoberta arqueológica por si só, mas também uma evidência tangível da história arqueológica”, disseram os arqueólogos.

Os jovens estudantes da academia pré-militar do país são a maioria dos trabalhadores nas escavações da região de Ramat Beit Shemesh, todos os dias eles extraíram dezenas de lâmpadas a óleo ao redor da cisterna, além de outros achados.

Segundo o Israel365News, o Ministério da Construção e Habitação e a Autoridade de Antiguidades de Israel planejam preservar o local e o transformá-lo também a um parque que ficará aberto ao público.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias