Quinta, 28 de Janeiro de 2021
71 99238-9495
Cotidiano Política

Associação move ação contra pedido do PSOL em favor ideologia de gênero no STF

Evangélicos querem fazer sustentação oral contra imposição de ideologia.

22/12/2020 23h53 Atualizada há 1 mês
32
Por: Carlos Sobrinho Fonte: Gospel Prime
Plenário do STF (Foto: Nelson Jr./STF)
Plenário do STF (Foto: Nelson Jr./STF)

A Associação Pró-Evangélicos no Brasil e no Exterior (APEBE) entrou com uma ação no dia 11 de dezembro, contra Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) proposta pelo PSOL para tratar sobre o “bullying” aos homossexuais, mas que na prática deseja impor a ideologia de gênero nas escolas públicas e particulares.

A associação foi criada em 15 de agosto deste ano, com sede em Brasília, e reúne representantes dos 26 estados, mais o DF, 61 municípios e 9 países.

A ação habilitada como Amicus Curiae, pedindo sustentação oral no STF para arquivamento da ADI. A ação foi assinada pelo presidente da APEBE, Pr. Gesiel Oliveira, do Amapá, sendo representado pelo advogado geral da associação.

O Dr. Walter de Paula Silva, criou em 23 laudas uma peça detalhada e minuciosa do caso, tecendo críticas contra a tentativa de impor a famigerada ideologia, cujo objetivo é justamente desconstruir a cultura judaico-cristã.

 

No dia 11 de novembro teria sido marcado pelo STF o julgamento da ADI 5668, mas foi interrompido pelas várias entidades e mobilizações da APEBE em vários estados, que marcou uma carreata em frente ao STF no mesmo dia.

O STF retirou a ação da pauta por enquanto, depois que se reuniu com alguns deputados e representantes de entidades.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias