Pastor no Mianmar treina mais de mil cristãos para que enfrentem a perseguição

País do sudeste asiático está no 18º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2019.

Em Mianmar, pela lei, todas as pessoas já nascem budistas. Se ao longo da vida ela decidir seguir outra religião terá muitos problemas e será alvo de perseguição.

Nos últimos 10 anos o pastor Tun tem participando de vários treinamentos da Portas Abertas, incluindo o Permanecendo Firme Através da Tempestade, que prepara e capacita, de acordo com a Bíblia, cristãos que vivem em meio à perseguição.

Hoje ele também se tornou um treinador e tem contribuído para que mais de mil cristãos sejam encorajados a suportar a perseguição religiosa cada vez mais comum naquele país, principalmente em áreas tribais localizadas ao oeste do país.

“As pessoas olham para nós, cristãos, como estrangeiros. Não cristãos, assim como budistas, nos veem como menores que eles”, disse Tun que nasceu na tribo Chin a maior tribo cristã do país.

Ele saiu de sua tribo para evangelizar em outro estado, uma vila extremamente budista. Ali ele tem exercido seu chamado.

“A melhor coisa é ver almas sendo salvas e vidas sendo transformadas e dedicadas a Cristo. Isso me dá uma alegria que eu não posso expressar”, compartilha.

Nos últimos anos ele tem replicado este treinamento para mais de mil cristãos e com o projeto da Portas Abertas ainda em funcionamento, é possível oferecer ainda mais apoio à Igreja Perseguida em Mianmar, para que o cristão perseguido birmanês aumente seu conhecimento e responda biblicamente às perseguições.

O objetivo deste projeto é alcançar mais de dois mil cristãos locais com o treinamento, para que consigam entender o propósito do que estão vivendo.

Fonte: Gospelmais

About the author

Related